quinta-feira, 28 de abril de 2011

Atividades Fusos Horários

Atividades Fusos Horários

Com base no Livro didático Geografia Ensino Médio – João Carlos Moreira – Eustáquio de Sene.

Primeira Fase EJA

1 – Observe os tipos de linhas e coordenadas geográficas da página 19 e responda:
       A – Qual o nome das linhas imaginárias traçadas de norte a sul e as traçadas de leste a oeste?

       B – As coordenadas geográficas funcionam como ___________________  de qualquer localidade do planeta.

       C – O globo terrestre pode ser dividido em uma rede de _________________________   que permitem localizar qualquer ponto da superfície terrestre.

       D – Convencionou-se internacionalmente adotar como meridiano 0º o que passa pelo Observatório Astronômico de Greendwich, nas proximidades de Londres (Inglaterra). Esse meridiano divide a Terra em dois hemisférios: ______________________  e ___________________.

       E – Por causa de seu movimento de rotação a Terra apresenta _____________  e  _____________.

       F – O mapa de fusos horários no planeta mostra que as horas aumentam para ____________  e diminuem para ________________.

2 – Porque o Brasil não adota o horário de verão em todos os Estados?

3 – Observe o mapa fusos horários da página 21 e responda:
     A – Se em Brasília for 7 horas que horas serão em Maputo?

     B – Se em Sydney for 16 horas que horas serão em Lima?

     C – Se na Cidade do México são 13 horas, que horas serão em Brasília?

     D – Se em Tóquio são 22 horas que horas serão em Brasília.

     E – Se em Londres são 6 horas que horas são em Brasília?

     F – Se em Buenos Aires são 5 horas que horas serão em Brasília?    

Elaboração: Geoplaneta 

quarta-feira, 27 de abril de 2011

Questões de Vestibular China


(UFRJ)
1 - China - um país, dois sistemas

Aproximadamente 20% da população mundial vive na China sob o regime comunista. No entanto, no território do Estado chinês existem regiões e cidades que adotam práticas capitalistas. Em meados de 1997, Hong Kong, um dos maiores centros financeiros mundiais, voltou ao controle do Estado chinês, sem alterar sua condição econômica anterior.

Apresente duas razões para que a China mantenha práticas capitalistas em algumas áreas do seu território.


(UFRRJ)
2 - Nestes tempos de globalização econômica, a China chama a atenção do mundo em função do seu imenso mercado consumidor e de um sistema político - econômico peculiar, denominado por alguns estudiosos "socialismo de mercado".

Apresente duas razões que justifiquem a utilização do termo "socialismo de mercado" para definir a situação chinesa.


(UFF-RJ)
3 - A China é apontada, hoje, como uma futura superpotência mundial. Apesar de sua abertura gradual e do aumento das desigualdades sociais, o país oferece uma série de vantagens para o capitalismo internacional. Assinale a única alternativa falsa em relação a essas vantagens:
    a - O grande mercado consumidor real e potencial que o país oferece.

    b - A localização privilegiada junto às economia que mais crescem no mundo contemporâneo.

    c - A sólida infra-estrutura em termos de transportes, energia e comunicações.

    d - Mão-de-obra muito farta e extremamente barata em relação a outros países da região.

    e - Várias zonas econômicas especiais, com condições muito favoráveis aos investimentos estrangeiros.


(Unifesp-SP) 
4 - Assinale a alternativa que relaciona corretamente a tabela com alterações verificadas na China.

                  Exportações(%)       1974      1986     2000
                  Agricultura                42,4       16,2      7,8
                  Energia                     16,3        8,4        2,8
                  Manufatura               47,5        71,4      87,3

                  L´État du monde, 2001.

Nas últimas décadas, o país

   a) transformou-se em uma plataforma de exportação de produtos industrializados, com participação de capital externo.

   b) passou por uma abertura comercial que resultou no incremento do mercado interno, em detrimento das exportações.

   c) democratizou-se, a ponto de garantir acesso a bens manufaturados à população chinesa.

   d) diminuiu a venda de produtos agrícolas, em função da maciça migração do campo para suas principais cidades.

   e) baixou suas vendas de produtos energéticos para fornecer energia a Taiwan, que considera seu território.

(U.Católica-DF)
5. As mudanças na República Popular da China aconteceram de forma bastante diversa das ocorridas nos países do Leste europeu. Do ponto de vista econômico, pode-se dizer que elas começaram bem antes que nos países da Europa Oriental. Logo após a morte de Mao Tsé-tung, em 1976, o novo líder do governo, Deng Xiao-ping, iniciou um processo de profundas transformações internas, baseadas em grande parte na política das quatro modernização: da agricultura, da indústria, da defesa nacional, da ciência e tecnologia.

Com o auxílio do texto, escreva V para as afirmativas verdadeiras ou F para as afirmativas falsas, abaixo, a respeito das mudanças na China.

(   ) A modernização do parque industrial do país está vinculada à forte penetração do capital estrangeiro.
(  ) A reintegração de Hong Kong, em 1997, acabou por fortalecer ainda mais o sistema chinês de modernização, pois a China passou a contar, subitamente, com uma das mais competitivas economias do mundo.
(   ) As profundas transformações internas estão ligadas também à percepção dos avanços dos chamados “tigres asiáticos”, a partir da década de 70, combinada à visão estratégica de buscar uma aliança com os Estados Unidos.
(  ) Na China, as reformas econômicas preservam controles estatais e beneficiam- se dos investimentos de chineses de Taiwan e dos chineses étnicos espalhados pelo Sudeste asiático, que controlam mais de 60% das riquezas de Cingapura e da Malásia e cerca da metade da riqueza da Tailândia e da Indonésia.
(  ) O movimento operário chinês sustentou, em 1949, a revolução comunista na China que aboliu a propriedade privada.

(UFMS)
6. A China, com mais de 1 bilhão e 357 milhões de habitantes e organizada como uma república parlamentar socialista, tem atraído a atenção dos países capitalistas pela nova política econômica que foi implantada após a morte de Mao Tse-Tung. Sobre as reformas implantadas na China a partir de 1978, é correto afirmar que:

(01) a agricultura foi estatizada e foi priorizada a indústria de bens de produção, que está concentrada na Planície da Manchúria;
(02) o governo reduziu a ênfase na indústria pesada, permitiu a exploração de petróleo em associação com grandes empresas multinacionais e planeja a construção de uma das maiores usinas hidrelétricas do mundo;
(04) na agricultura, o governo passou a alugar terras a famílias camponesas comprometendo- se com a compra de parte da produção, permitindo a contratação de assalariados e a venda do excedente no mercado, gerando aumento de produtividade no campo;
(08) no campo diplomático, China e Estados Unidos reataram relações;
(16) reformas econômicas foram responsáveis pela criação de “Zonas Econômicas Especiais” na costa sudeste do país, com infra-estrutura construída pelo governo para atrair investimentos estrangeiros;
(32) o território de Hong Kong, que estava sob domínio britânico desde a Guerra do Ópio, retornou para a China;


Dê, como resposta, a soma das alternativas corretas.

GABARITO

03 - B
04 - A
05 - V – V – V – F – F
06 - 62



Questões de Vestibular Japão

Questões de Vestibular 

 Japão

(FAAP - SP)
1 - A economia japonesa, apesar de já ter apresentado um dos maiores índices de crescimento do mundo, é fortemente dependentes dos mercados externos.

Quais são os fatores responsáveis por essa dependência?


(Fuvest -SP)
2 - Dê três razões importantes que concorreram para o grande desenvolvimento industrial do Japão, após a Segunda Guerra Mundial.



(UFMG)
3 - A respeito do Japão, qual a afirmativa errada?
     a) A situação de Arquipélago, em região de contato de correntes marinhas quentes e frias, é favorável á atividade da pesca.

     b) A existência de relevo montanhoso na maior parte do território limita a existência de agricultura.

     c) Seu território faz parte de uma área instável da crosta terrestre, o que explica a ocorrência de terremotos e erupções vulcânicas.

     d) Enquanto o sul do arquipélago possui clima subtropical, o Norte está sujeito ao clima temperado com invernos muito rigorosos.

     e) A riqueza mineral do território é um dos principais fatores de crescimento industrial japonês.

(UNIRIO - RJ)
4 - Em Junho de 1998, o governo japonês reconheceu que mergulhou na recessão. Como causa deste processo podemos citar a:
      I - crise asiática, onde empresas japonesas instaladas nos "Tigres" amargaram prejuizos, e bancos do Japão viram comprometidos empréstimos feitos a países asiáticos.
      II - Falta de dinamismo do mercado interno japonês, que possui altos índices de consumo interno.
      III - concorrência da economia norte-americana, que recuperou sua capacidade de inovação com a Revolução Técnico-científica.

É (São) verdadeiras(s) a (s) afirmativas(s):
  a) I apenas.                                   d) II e III apenas.
  b) I e II apenas.                             e) I, II e III.
  c) I e III apenas.


(UNB-DF)
5 - Considerando apenas fatores geográficos, o Japão não poderia ser uma das mais poderosas nações do mundo. Em menos de um século - depois que Matthew Perry aportou na baia de Tóquio pela segunda vez, em 1854, o Japão transformou-se em um Estado isolado e praticamente medieval, feudal, em uma superpotência econômica moderna e inovativa. De fato, o Japão é pequeno. Faltam-lhes recursos naturais importantes. A maior parte do país é montanhosa. As florestas que são consideradas sagradas, cobrem quase dois terços do país, o que representa mais do quem em qualquer outra nação industrializada. Apenas 15% do seu território podem ser aproveitados para a agricultura. Situado no anel do fogo de pacífico, o Japão está sujeito a violentos terremotos, erupções vulcânicas e "tsunamis", ondas devastadoras gigantescas, causadas por maremotos.

Com o auxilio do texto, julgue os itens seguintes, indicando Verdadeiro ou Falso.

(1) No Pacífico, o Japão centraliza uma vasta área de influência, constituindo-se em um pólo econômico.

(2) O comércio exterior é um dos pilares da economia japonesa.

(3) Registra-se na História relações igualitárias e pacíficas, de intercâmbio dos japoneses com outros povos asiáticos, o que facilitou a sua industrialização mesmo sem contar com grandes fontes de recursos naturais.

(4) O "anel de fogo do Pacífico", referido no texto, diz respeito a uma faixa de instabilidade por ser o limite entre placas tectônicas.



Para acessar o gabarito clique aqui



  

domingo, 24 de abril de 2011

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Monções Asiáticas



Reportagem inundações provocadas pelas chuvas de monções em 2008 na Índia.

Monções Asiáticas




Entenda o que provocam as chuvas de monções no sul da Ásia.

quarta-feira, 13 de abril de 2011

Rússia - Questões de Vestibular


(UNB-DF)

1 - As novas idéias divulgadas pela glasnost e pela perestroika transformaram significamente as relações entre países componentes do então bloco soviético e as relações internacionais no mundo atual. Acerca desses acontecimentos, julgue os itens a seguir.


(1) O grande desenvolvimento tecnológico da ex-União das Repúblicas Socialistas Soviéticas (URSS) foi um dos principais motivos das reformas que ocorreram no plano econômico com a Perestroika.

(2) A dinâmica das reformas políticas e econômicas do período Gorbatchev na URSS favoreceram a reestruturação externa em busca de desarmamento.

(3) A economia de mercado que se instalou após a queda do bloco socialista provocou rápido desenvolvimento industrial, aumento do mercado de trabalho e melhorias nas condições de vida, principalmente da população russa.

(4) Uma das conquistas importantes para as ex-repúblicas soviéticas que se tornaram independentes foi a eleição de seus presidentes pelo voto popular.


(PUC-MG)

2 - Considerando a Rússia na nova ordem mundial, assinale a opção incorreta:

a) Tem uma economia mais significativa que a dos países emergentes, igualando-se aos países centrais nos setores industriais e tecnológico.

b) Acumulou-se um extraordinário arsenal nuclear ao longo dos anos, capaz de destruir varias vezes a Terra.

c) A crise russa gerou impacto nos mercados emergentes e redirecionou os interesses das finanças internacionais.

d) Os reflexos da instabilidade econômica refletem-se nas bolsas de valores e geram turbulências em países centrais e periféricos.

e) Passa por graves transformações políticas e seus programas governamentais têm dificuldade de atender às necessidades da nação.


Cosmos



Parte 3

Nota do Editor:
"A criação revela o poder da sua Glória." A imensidão do universo é tão grande que é difícil a nossa mente limitada compreender, da mesma forma que entender o grande amor de Deus ao criar tudo isto.


Cosmos



Parte 3

Nota do Editor:
"A criação revela o poder da sua Glória." A imensidão do universo é tão grande que é difícil a nossa mente difícil compreender, da mesma forma que entender o grande amor de Deus ao fazer tudo isto.

terça-feira, 12 de abril de 2011

Cosmos



Parte 02

Nota do Editor:
A imensidão do universo nos mostra a glória de Deus e que foi Ele que criou tudo.

segunda-feira, 11 de abril de 2011

Cosmos



Parte 01

Aurora Boreal




    É um fenômeno óptico composto de um brilho observado nos céus noturnos nas regiões polares, em decorrência do impacto de partículas de vento solar e a poeira espacial encontrada na via láctea com a alta atmosfera da Terra, canalizadas pelo campo magnético terrestre. Em latitudes do hemisfério norte é conhecida como aurora boreal. Ocorre normalmente nas épocas de setembro a outubro e de março a abril. Em latitudes do hemisfério sul é conhecida como aurora austral.



quarta-feira, 6 de abril de 2011

Questões de Vestibular Urbanização


Cefet – SP ( Centro Federal de Educação Tecnológica)
Vestibular 2008

1 - O ano de 2007 estabeleceu um marco histórico da espécie humana. Pela primeira vez, haverá mais humanos vivendo em ambientes urbanos do que em rurais. O mundo se urbaniza aceleradamente.

Assinale a alternativa que possui na atualidade (2007), as cinco
maiores aglomerações do mundo:

[A] Nova York, Tóquio, Londres, Moscou, Calcutá.
[B] Tóquio, Nova York, Los Angeles, Paris, Buenos Aires.
[C] Pequim, Tóquio, São Paulo, Chicago, Jacarta.
[D] Tóquio, Cidade do México, Nova York, São Paulo, Mumbai.
[E] Nova York, Londres, Calcutá, Paris, São Paulo.

Fatecs (Faculdades de Tecnologia)
Vestibular 2008
2 - Considere as afirmações sobre a urbanização brasileira.

I Embora os números referentes ao processo de urbanização possam conter algumas distorções, resultantes das metodologias utilizadas, é inegável que entre as décadas de 1950 até 1980 o Brasil passou de forma intensa por esse processo.

II No início da ocupação do território brasileiro, houve grande concentração de cidades na região Sudeste. Esse fenômeno está associado ao processo industrial, que teve seu maior desenvolvimento nessa região.

III Num mundo cada vez mais globalizado,há um reforço do papel de comando de algumas cidades globais na rede urbana mundial, como é o caso de São Paulo, importante centro de serviços especializados.

Está correto o que se afirma em:
a) I, apenas.
b) II e III, apenas.
c) II, apenas.
d) I e III, apenas.
e) I, II e III.


PUC – Paraná
Vestibular 2008

3 - Leia o texto a seguir:

“Na atual fase da economia mundial, é precisamente a combinação da dispersão global das atividades econômicas e da integração global, mediante uma concentração contínua do controle econômico e da propriedade, que tem contribuído para o papel estratégico desempenhado por certas grandes cidades, que denomino cidades globais.”
(Sassen, in SASSEN, Saskia. As cidades na economia mundial.
São Paulo: Nobel, 1998, p. 16)

As características das cidades globais estão corretamente descritas na questão:

A) Em poucas décadas as cidades globais, pela dinâmica das trocas econômicas mundiais, estarão mais presentes em nações pobres que nas ricas.
B) As cidades globais são sinônimos de megacidades, porque seu poder de polarização econômica também é resultado do tamanho de sua população.
C) as cidades globais por serem centros vitais da dinâmica capitalista atual de onde partem as diretrizes da economia mundial estão localizadas apenas em países desenvolvidos.
D) por sua importância econômico-financeira e técnica, e por serem grandes prestadoras de serviços especializados – e não pelo tamanho de sua população -, são centros vitais da dinâmica capitalista atual, de onde partem as diretrizes da economia mundial.
E) por sua importância econômico-financeira e técnica, e por serem grandes prestadoras de serviços especializados – e pelo tamanho de sua população -, são centros vitais da dinâmica capitalista atual, de onde partem as diretrizes da economia mundial.

PUC – RS
Vestibular 2008
INSTRUÇÃO: Para responder à questão 06, clique na imagem abaixo e analise os mapas e as afirmativas referentes ao aumento das cidades com mais de 500 mil habitantes no Brasil, preenchendo os parênteses com V para verdadeiro e F para falso:

Quanto às cidades brasileiras com mais de 500 mil habitantes, afirma-se:

( ) A maior concentração de cidades deste porte ocorre na região Norte do Brasil.
( ) Dentre as causas para o aumento das cidades deste porte no país, é correto citar o êxodo rural.
( ) Esse aumento vincula-se à oferta de empregos no setor industrial, favorecido pela migração de indústrias dos grandes centros para essas cidades.
( ) Suas vantagens competitivas em relação às grandes cidades, como isenção de impostos municipais e oferta de mais infra-estrutura, facilitam o aumento dos ganhos sobre o capital investido, contribuindo para o aumento do número destas cidades.

04) A seqüência correta de preenchimento dos parênteses é:
A) V – F – F – F
B) F – F – F – V
C) V – V – V – F
D) F – V – V – V
E) V – V – V – V


UERJ
Vestibular 2008
05 - De Karl Marx a Max Weber, a teoria social clássica acreditava que as grandes cidades do futuro seguiriam os passos industrializantes de Manchester, Berlim e Chicago – e, com efeito, Los Angeles, São Paulo e Pusan (Coréia do Sul) aproximaram-se de certa forma dessa trajetória. No entanto, a maioria das cidades do hemisfério sul se parece mais com Dublin na época vitoriana, que, como enfatizou o historiador Emmet Larkin, não teve igual em meio a “todos os montes de cortiços produzidos pelo mundo ocidental no século XIX, uma vez que os seus cortiços não foram produto da Revolução Industrial”.
Adaptado de Planeta favela. São Paulo: Boitempo, 2006.
De forma diferente do que ocorreu nos países desenvolvidos, o crescimento das cidades na maior parte dos países subdesenvolvidos está relacionado ao processo de:
(A) periferização da atividade industrial, com intensos fluxos pendulares.
(B) urbanização fundamentada no setor terciário, com alto nível de informalidade.
(C) favelização nas periferias, com predomínio de empregos no setor industrial de base.
(D) metropolização em um ponto do território, com população absorvida pelo setor quaternário.



terça-feira, 5 de abril de 2011