sexta-feira, 17 de agosto de 2012

Tecnologias na Educação


   A sociedade tem experimentado transformações significativas, fundamentalmente decorrentes da revolução proporcionada pelo surgimento e aperfeiçoamento das Tecnologias de Informação e Comunicação (TIC’s). Essas tecnologias tiveram início com a concepção do computador, expandindo-se a partir da segunda metade do século XX e fortificando-se, ainda mais, com o progresso da rede mundial de computadores – a Internet (Gomes, 2009).

    Desde seu inicio, as tecnologias tem auxiliado o ser humano em diversas técnicas aumentando a produtividade dos diversos setores de atividades estando intrinsecamente ligadas à pratica da produção mundial do espaço geográfico e a sua não utilização implicaria num caos sem precedentes no espaço mundial. Diante desta realidade, a educação não pode ficar à margem destes novos mecanismos de produção do saber, cabendo ao professor ser um intermediário tendo olhar crítico às formas de interação com as tecnologias educacionais.

    Vivemos no mundo da informação mas não do conhecimento, as tecnologias como mecanismos isolados do contexto e das demandas existentes nos processos educacionais não resolve esta discrepância entre informação e conhecimento. Se não for usada com criticidade não contribuirá na construção do conhecimento sistematizado e reflexivo.

    O acesso livre e imediato, a um grande número de fontes e lugares de informação e conhecimento, integrado numa rede com nódulos dispersos por todo o mundo teve uma importância decisiva na globalização da sociedade. Todas estas alterações levam a um aumento quantitativo da informação disponível e acessível à grande maioria das pessoas. No entanto, se não existirem, por parte das pessoas e dos sistemas organizados, estratégias e competências para gerir estas doses de informação esta poder-se-a tornar desvantajosa e inconveniente (Barros, D.M.V. (2011).

    Há diversas correntes de estudos científicos sobre o uso das tecnologias na educação, algumas afirmam que a inserção de tecnologias no auxilio do aprendizado não contribui para o aumento do índice de aprendizado. No entanto, a maior parte dos estudos científicos apontam que as tecnologias aliadas à educação tendem a melhorar os índices de aprendizagem dos educandos.

    Atualmente, existem várias formas de interação entre os indivíduos, redes sociais, blogs, etc, tudo isto tem forte impactos sobre as relações sociais na sociedade. Diversos docentes tem se aproveitado destes mecanismos para interagir melhor com os estudantes.

    Observamos que as diversas transformações tecnologias que tem permeado a sociedade moderna tem cada vez mais redefinindo os papéis na relação ensino – aprendizagem. O saber como algo inquestionável, juntamente com a figura do professor portador do conhecimento tem sido gradativamente alterado na medida em que o acesso à informática pelos diversos sujeitos da sociedade tem crescido. O estudante, esta cada vez mais se inserindo nesta sociedade da informação, em que o conhecimento pode ser obtivo apenas por um clique. Diante disto podemos afirmar que a forma expositiva de transmissão do saber herdada pelos professores de toda uma historia do processo educacional não é mais a principal forma de transmissão dos conhecimentos. O professor atual tem mais o papel de interventor e organizador do conhecimento que já esta disponível para todos na internet não sendo simplesmente transmissor do conhecimento, devido ao fato de os educando não serem capazes de organizarem o conhecimento de forma sistematizada cabendo ao docente este papel.

    Há diversas formas de tornar as aulas mais interessantes, contudo isto exige dos docentes uma busca constante de novos recursos e novas possibilidades educacionais, aliada com um ótimo planejamento, formação continuada e o prazer em aprender sobre novas experiências. Todas essas novas exigências demandada pelo processo de globalização exige do profissional em educação um olhar diferenciado, aberto ao novo, e acima de tudo, paixão pelas tecnologias.

  

quinta-feira, 2 de agosto de 2012

Cerrado em Anhanduí - Campo Grande - MS







                                          Fotos: Douglas