sexta-feira, 16 de março de 2012

Questões de Vestibular Europa


01-  Sobre a Europa Ocidental, podemos afirmar: 
       0 0 A crise econômica que a região vem sofrendo decorre da automação de determinados setores da atividade produtiva, como a agropecuária, que têm liberado o trabalhador, aumentando desta forma o número de desempregados.
       1 1 Sofre uma crise demográfica, decorrente do aumento da oferta de empregos, que não é acompanhado de aumento equivalente do número de europeus adultos.
       2 2 Vive uma crise social, decorrente da prosperidade das comunidades imigrantes, cujos membros ocupam os melhores empregos e salários, impedindo o acesso dos cidadãos europeus ao trabalho.
      3 3 Se, num passado recente, os imigrantes, pouco exigentes, serviram para cobrir o déficit de mão-de-obra para serviços menos qualificados, hoje, com a crise econômica local, o aumento do desemprego tem levado os europeus a se sentirem prejudicados com a presença desses trabalhadores.
      4 4 Ocorre um intenso processo de desindustrialização, ou seja, a migração de trabalhadores do setor secundário para o setor terciário e neste setor a oferta é pequena. 

02-Em relação às particularidades geográficas da Europa, identifique as afirmações verdadeiras e as falsas:

      0 0 O turismo representa uma das mais importantes fontes de divisas para a economia da Grécia, da Espanha e da Itália.
      1 1 Após a crise determinada pela última Grande Guerra, surgiu uma série de organizações supranacionais tendentes a uma integração política e econômica.
      2 2 A importância do Vale do Ruhr deve-se à presença de amplas reservas exploradas de carvão e ferro, que atraíram grandes concentrações industriais.
      3 3 O congelamento dos portos da Europa Setentrional explica a ausência de vocação marítima nos países aí situados.
      4 4 A península da Jutlândia é ocupada pela Holanda.

03- Marque como verdadeiros os itens que caracterizam corretamente os principais rios europeus:
      0 0 Volga: Situado na planície russa sendo o mais extenso rio da Europa que é a principal artéria fluvial do país;
      1 1 Pó: Formado pelos aluviões provenientes dos Alpes e dos Apeninos. É a principal região econômica da Itália concentrando-se aí uma agricultura intensiva e o conjunto industrial mais importante do país.
      2 2 Reno: Contém a via fluvial mais intensamente navegada da Europa, que em certos trechos é fronteira natural da França com a Alemanha: atravessa esta última e a Holanda, desaguando no mar do Norte, região que apresenta grande importância econômica, política e estratégica para a Europa.
      3 3 Ruhr: Mundialmente conhecido como grande centro siderúrgico pelas reservas de carvão mineral, constituindo a região de maior produção industrial alemã.
      4 4 Danúbio: Apresenta uma agricultura desenvolvida pela fertilidade dos solos. Seu rio principal é internacional por excelência, pois banha vários países e quatro capitais internacionais, sua nascente localiza-se na Floresta Negra, na Alemanha, e sua foz, no Mar Negro.

04- ( UFS 2002) Considere a tabela apresentada abaixo com dados da Espanha, Polônia e Alemanha.


               País 
Renda per capita (US$)
Mortalidade Infantil (%).
I            26.570
                 5
II           14.100
                 7
                III                     
              3.910
                15
                                                (Almanaque Abril, 2001)
A partir da leitura da tabela e de seus conhecimentos sobre as características econômicas e sociais da Europa. é correto afirmar que o país
      0 0 – l corresponde à Alemanha, um dos países mais industrializados da região
      1 1 – I corresponde à Espanha, cuja população apresenta alta qualidade devida
      2 2 – I corresponde à Polônia, de economia baseada no setor agropecuário.
      3 3 – II corresponde à Espanha, que apresenta a maioria da força de trabalho nos setores secundário e terciário
      4 4 – III corresponde à Polônia, antigo membro do bloco socialista.

05-Digamos que a Alemanha feche hoje suas fronteiras. Quem é trabalhador estrangeiro e já mora no país pode ficar. De fora não entra mais nenhum. Mesmo que tais fatos acontecessem, não haveria como impedir a “estrangeirização” da população alemã. A situação alemã retratada acima, e que pode ser estendida a outros países europeus, pode ser explicada por:

       0 0 uma maior tolerância na aceitação desses trabalhadores estrangeiros como partes da sociedade, tornando-se cidadãos nacionais, mas impedindo a entrada de novos imigrantes;
       1 1 uma política oficial de incentivo aos casamentos inter-étnicos como medida de ampliação dos níveis de crescimento demográfico, acarretando uma “estrangeirização” resultante da miscigenação;
       2 2 um percentual cada vez maior de população de origem estrangeira no conjunto da população dos países europeus, decorrente das diferenças nos ritmos de crescimento demográfico;
       3 3 uma política de pleno emprego, tanto de mão-de-obra nacional como da estrangeira, o que vem elevando os salários dos imigrantes e lhes permite maior atuação na vida política e econômica dos países europeus;
       4 4 medidas tomadas para incentivar a natalidade nos diversos países europeus, que vem tendo enorme sucesso e que limitam a necessidade de apelo à mão-de-obra estrangeira, mas mantendo os que já vivem nesses países.

06- A Europa nórdica possui fatores de homogeneidade.

       0 0 Grande participação do setor industrial.
       1 1 Área de pequena densidade demográfica da Europa.
       2 2 Área de grande densidade demográfica da Europa.
       3 3 Pequena disparidade entre classes mais pobres e mais ricas;
       4 4 Possui uma posição privilegiada, situando-se no sudeste do continente.

07-A Europa Ocidental apresenta-se como uma das áreas mais desenvolvidas e mais povoadas em todo o mundo. Centro da revolução tecnológica dos séculos XVIII e XIX, essa região expandiu o seu domínio político e econômico por quase todo o mundo. Após a Segunda Guerra Mundial, com a economia abalada pelo conflito e pela perda de suas áreas de influência, surgem organizações que visam restabelecer o equilíbrio econômico. A mais importante é o MCE, criado pelo Tratado de Roma em 1957.”( hoje U. E. )

São objetivos dessa organização:
       0 0 abolir barreiras alfandegárias e criar tarifas externas comuns: instaurar políticas comuns no campo dos transportes, abolir os obstáculos à livre circulação de pessoas, serviços e capitais;
       1 1 facilitar a organização de monopólios nas indústrias e na agricultura; acolher os investimentos estrangeiros aplicados na siderurgia; abolir as diferenças entre Europa capitalista e Europa socialista;
       2 2 permitir a livre circulação de carvão, ferro e aço entre os países membros; integrar-se à AELC, à CECA e ao COMECOM; opor-se à penetração de capitais estrangeiros;
       3 3 abolir as tarifas alfandegárias entre os países-membros; criar zonas de produção agrícola especializada, redistribuir a população, antes fortemente concentrada nas áreas rurais;
       4 4 organizar a produção siderúrgica; estabelecer limites ao fluxo de capital e de mercadorias; coordenar os sistemas de transporte e abolir as diferenças de frete entre os países-membros.

08-Verifique a distribuição percentual da população economicamente ativa (PEA), por setores de atividades, no quadro abaixo e assinale a opção correta.

SETORES GRUPOS DE PAÍSES
                Grupo 1      Grupo 2    Grupo 3     Grupo 4
Primário           5                5           36                 65
Secundário     34               39           23                15
Terciário         61              56           41                 20
Totais            100             100        100               100


       0 0 todos os quatro grupos de países têm no setor agropecuário sua principal fonte de renda nacional, tendo os dois últimos, agricultura itinerante;
      1 1 os grupos 1 e 2 referem-se a economias praticadas no Leste europeu, respectivamente, com grande ênfase nas indústria pesadas e nas indústrias leves;
       2 2 os grupos 3 e 4 representam economias socialistas recentes, onde a industrialização pesada está solidamente implantada, baseada, principalmente, em matérias-primas agropastoris;
       3 3 os grupos 1 e 4 refletem características quase opostas, podendo ser identificadas como de economias semelhantes à do Japão e de um país africano
       4 4 os grupos 3 e 4 refletem estruturas de países subdesenvolvidos, nos quais a agricultura e os serviços urbanos tem maior participação na geração de empregos.

09 - Os fatos que marcaram a era pós-perestroika, a partir de agosto de 91, foram:
      0 0 em setembro de 1991, as três Repúblicas Bálticas – Lituânia, Letônia e Estônia – conseguiram a sua independência, fato imediatamente reconhecido pela ONU e pela maioria dos países, inclusive a Rússia;
      1 1 Atualmente 12 repúblicas estão associadas na CEI (Comunidade dos Estados Independentes), organização supranacional inspirada no Mercado Comum Europeu;
      2 2 Não participa a Geórgia que vive num impasse entre um governo eleito pelo voto e adepto à total independência georgiana e revoltosos com amplo apoio das Forças Armadas, que tomaram o poder em janeiro de 92, mas enfrentaram frequentes protestos populares;
      3 3 desde janeiro de 92 a CEI passou a ser uma organização somente militar, com a função de coordenar a defesa e as Forças Armadas;
      4 4 após o fim da Guerra Fria, o Leste Europeu tem apresentado grande prosperidade econômica e social

10-Uma das grandiosas obras de engenharia é observada nos Países Baixos ou Nederland. Trata-se da conquista do fundo do mar e a transformação em áreas cultiváveis. Essas terras foram divididas em centenas de pôlderes. Sobre seu uso é correto:
      0 0 a dessalinização foi praticada através da construção de uma rede de canais de drenagem, a fim de cultivar plantas halófitas para o comércio europeu;
      1 1 a rede de canais não pode funcionar como via de comunicação e transporte de mercadorias;
      2 2 cultivam-se nessas terras cereais e leguminosas;
      3 3 trata-se de uma área de grande densidade populacional, onde se pratica uma agricultura intensiva
      4 4 a região do golfo de Zuiderzee não apresentou condições favoráveis à construção de pôlderes.

Gabarito:
01 VVVVF
02 VVVVF
03 VFVFV
04 VFFVV
05 VVVFV
06 FVVFF
07 VFVVF
08 VFVFV
09 VFVFV
10 VVFFF

Nenhum comentário:

Postar um comentário